Recomendações para estudar Metodologias Ágeis

As metodologias ágeis são utilizadas e customizadas no mundo inteiro para atender diversas necessidades de negócios. A proposta inicial foi pensada para melhorar a antiga abordagem da Engenharia de Software, também conhecida como Cascata. Contudo, seus princípios atendem várias áreas e não apenas Tecnologia da Informação. Eu trabalho com métodos ágeis desde o início da minha carreira, em 2012, ainda tenho muito para aprender e meu objetivo com esse post é dar uma breve introdução e te ajudar a encontrar boas referências para seus estudos compartilhando o que eu já estudei e conheço a respeito.

Os chamados métodos ágeis foram criados a partir do manifesto ágil, firmado em 2001 por 17 profissionais e estudiosos experientes da época. Este manifesto diz o seguinte:

“Estamos descobrindo maneiras melhores de desenvolver
software, fazendo-o nós mesmos e ajudando outros a
fazerem o mesmo. Através deste trabalho, passamos a valorizar:

Indivíduos e interações mais que processos e ferramentas

Software em funcionamento mais que documentação abrangente

Colaboração com o cliente mais que negociação de contratos

Responder a mudanças mais que seguir um plano

Ou seja, mesmo havendo valor nos itens à direita,
valorizamos mais os itens à esquerda.”

Citação retirada daqui

Para conseguir atingir o objetivo, os criadores definiram 12 princípios a se seguir:

Nós seguimos estes princípios:

– Nossa maior prioridade é satisfazer o cliente
através da entrega contínua e adiantada
de software com valor agregado.

– Mudanças nos requisitos são bem-vindas,
mesmo tardiamente no desenvolvimento.
– Processos ágeis tiram vantagem das
mudanças visando vantagem competitiva para o cliente.

– Entregar frequentemente software funcionando,
de poucas semanas a poucos meses,
com preferência à menor escala de tempo.

– Pessoas de negócio e desenvolvedores devem trabalhar
diariamente em conjunto por todo o projeto.

– Construa projetos em torno de indivíduos motivados.
Dê a eles o ambiente e o suporte necessário
e confie neles para fazer o trabalho.

– O método mais eficiente e eficaz de transmitir
informações para e entre uma equipe de desenvolvimento
é através de conversa face a face.

– Software funcionando é a medida primária de progresso.

– Os processos ágeis promovem desenvolvimento
sustentável. Os patrocinadores, desenvolvedores e
usuários devem ser capazes de manter um ritmo
constante indefinidamente.

– Contínua atenção à excelência técnica e bom design
aumenta a agilidade.

– Simplicidade–a arte de maximizar a quantidade de
trabalho não realizado–é essencial.

– As melhores arquiteturas, requisitos e designs
emergem de equipes auto-organizáveis.

– Em intervalos regulares, a equipe reflete sobre como
se tornar mais eficaz e então refina e ajusta seu
comportamento de acordo.”

Citação retirada daqui

Muitas áreas de negócios vêm se adaptando ao uso de tecnologias desenvolvidas pela área de TI, assim como a área de TI aprende com outras áreas e se adapta, por isto, aprender metodologias que buscam a mesma abordagem para atingir os objetivos estratégicos da empresa “falando a mesma língua” é um desafio e tanto nas Organizações.

Eu sei que muitos desenvolvedores não gostam de estudar metodologias de trabalho porque elas “são coisas de gestão”, mas se você é desenvolvedor de software, da uma olhadinha em duas pessoas incríveis e referências da nossa área que ajudaram a criar esse manifesto: Martin Fowler e Uncle Bob Martin, ou seja, ela também foi criada por desenvolvedores para desenvolvedores.

Conhecer métodos ágeis é entender como a área de tecnologia trabalha atualmente (ou gostaria de trabalhar) e isso abre muitas portas para o aprendizado e evolução contínua de todas as áreas administrativas das empresas que buscam a transformação digital.

As metodologias que eu conheço e acredito serem as mais conhecidas e aplicadas no mercado de trabalho são: eXtreme Programming (XP para os íntimos rs), Kanban e o Scrum, e o mais legal é que você pode misturar elas e inovar para atender o que você precisa e se adaptar aos membros do seu time.

Espero que essa breve introdução tenha aguçado a sua curiosidade para aprender mais e aplicar o manifesto ágil e seus princípios no seu dia a dia. A seguir, vou deixar alguns materiais de estudo que conheço, já utilizei e/ou utilizo no dia a dia.

Livros

Certificações

Sites relacionados

Cursos Online

Criadores do Manifesto Ágil

Kent Beck
Mike Beedle
Arie van Bennekum
Alistair Cockburn
Ward Cunningham
Martin Fowler
James Grenning
Jim Highsmith
Andrew Hunt
Ron Jeffries
Jon Kern
Brian Marick
Robert C. Martin
Steve Mellor
Ken Schwaber
Jeff Sutherland
Dave Thomas
Criadores – Manifesto Ágil

Gostou? Foi útil? Sentiu falta de algum material de apoio? Comenta ai e vamos aprender mais juntos.

Espero ter te ajudado 😉

1 comentário Adicione o seu

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s